em

Prefeitura contrata 19 para atuar em mutirão de limpeza contra dengue

Começa na segunda (25/9)

A Prefeitura de Unaí, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, reuniu na tarde desta sexta-feira (22/9) os 19 homens que vão atuar no mutirão de limpeza contra a dengue. Eles estão sendo contratados num prazo de dois meses para atuar exclusivamente no mutirão de limpeza, que começará nesta segunda-feira (25/9), a partir do bairro Politécnica. A situação do Politécnica é das mais críticas em índice de infestação larvária, juntamente com o Cachoeira, Divineia e Novo Horizonte.

O objetivo do mutirão é fazer uma limpeza geral de lotes e quintais de residências, recolhendo todo o material que possa acumular água. A ação deve ocorrer antes do período chuvoso. Os 19 serão divididos no Politécnica e vão ‘varrer’ o bairro. Ficarão lá, até que todos os lotes e quintais sejam limpos. Depois seguem para o Cachoeira. Os bairros mais críticos para a dengue serão atendidos primeiro. A Secretaria de Obras vai ceder o caminhão para recolher o lixo, e a Secretaria de Serviços Rurais cederá uma pá carregadeira para limpar terrenos públicos com grande sujeira.

O mutirão de limpeza é uma exigência do programa de prevenção e combate à dengue no âmbito da política pública de saúde. Dependendo da gravidade de infestação, a Secretaria de Saúde pode programar até três mutirões de limpeza por temporada, geralmente antes das chuvas.

A ação é feita normalmente com agentes de saúde. Mas, este ano, muitos agentes saíram (largaram a função) e não houve reposição no quadro de pessoal. Por isso, a Prefeitura se viu obrigada a contratar os homens para executar o mutirão.

Orientações

Na tarde desta sexta (22/9), os contratados foram reunidos para receber orientações de servidores da Sesau sobre como será a ação de limpeza, onde eles deverão atuar, a forma de abordagem dos moradores (já que os homens terão de entrar nas casas) e como obter o apoio pretendido para o trabalho alcançar os resultados.

As orientações foram repassadas por Adriane Araújo (coordenadora de Epidemiologia da Secretaria de Saúde), Marizete dos Santos (educadora em saúde) e Estevo de Oliveira (supervisor de Endemias).

Por: Ricardo Ribas



Deixe seu Comentário

Unaí apresenta “gargalos” municipais e regionais a presidente do Conselho da FNP

PSFs reiniciam programas para fumantes e gestantes e melhoram ações